quarta-feira, fevereiro 14, 2007

Duas Realidades.

"Duas Realidades", publicado no jornal Tempo Medicina de 2007.02.12´.

"O grande acontecimento na Saúde, esta semana, é que um banal surto de gripe, causado por uma estirpe a que estamos já habituados, como disse o responsável da DGS, que em outro país europeu nem sequer mereceria notícia, em Portugal impôs a tomada de medidas de emergência — irónico desfecho de um raro episódio de perfeita consonância entre um povo e um governante.

Pois não estava o povo a identificar-se plenamente com o ministro, seguindo-lhe o exemplo, ignorando os vilipendiados e agonizantes SAP e acorrendo às Urgências em busca de uma sofisticada aspirina?

Um banal surto de gripe, aliás no início, bastou para desnudar uma sucessão de decisões precipitadas, sob a égide da poupança, que não poupou em conflitos e acrimónias escusados, que desmotivou profissionais de saúde cronicamente em luta contra a escassez de meios para assegurar o funcionamento do sistema, que cuidou da razia sem antes cuidar de alternativas, que fez orelhas moucas a todos os avisos, que fechou os olhos, por vezes, ao simples bom senso.

Aquilo que é a realidade para o ministro sobrepõe-se mal à realidade do País, o fato não se ajusta ao corpo; preparemo-nos para uma série de remendos, que é a solução para o resultado de medidas mal tiradas, se não se quer perder o pano todo."

4 comentários:

Anónimo disse...

Muito bom pelo que li - vai entrar nos meus favoritos

Ze Bone

Anónimo disse...

Tão bom que ainda aparecem "Zés bonés"

jyromino disse...

Escolham o títuilo a dar à sequência...última hora:
em
http://www.publico.clix.pt/shownews.asp?id=1286004
A Comissão Política Concelhia do PS de Valença demitiu-se em bloco em protesto contra a decisão do Governo de excluir o concelho da rede nacional de urgências, disse hoje o presidente demissionário, Fernando Rodrigues.

Com este gesto, a concelhia expressa "total solidariedade" para com o presidente da Câmara de Valença, José Luís Serra, que também já se demitiu de todos os órgãos que integrava no PS, por não concordar com a actual política de saúde do Governo...

Anónimo disse...

óH jYROMINO: CALE-SE. a "GENTE" SABE ANDAR NA NET E NOS JORNAIS. iRRA!