sábado, setembro 01, 2007

O Jornalismo Dos Ratos Ou O Jornalismo Ansiogénico!

Esta página da Internet tem a sua origem no Correio da Manhã, distribuída por Destakes através de RSS do Mozilla Firefox.

Agradeço que leiam a notícia e depois os títulos das "notícias relacionadas".

Que contradição! Que maldade!

Porquê insistir sempre na "estratégia da tensão"?

Os jornalistas são os principais causadores da ansiedade e depressão que se verifica nas consultas em Portugal. São notícias ansiogénicas.

Amanhã estarão os mesmos jornalistas a noticiar que os médicos estão a prescrever ansiolíticos e antidepressivos em excesso.

Pudera.

Até eu já os tomo!

Não vá amanhã abrir a porta de casa e entrarem-me pela casa adentro milhões de ratos…

E assim se vendem notícias e os jornais vão lucrando e os jornalistas com péssimos salários.

2007-09-01 - 00:00:00
Ameaça: Autoridades dizem que praga não chega a Portugal
Douro trava ratos





A subdirectora-geral da Saúde, Graça Freitas, declarou ao CM que as autoridades nacionais estão atentas e a acompanhar o problema que se passa no outro lado da fronteira: "Não há nenhuma previsão de que a praga de ratos que está a afectar os campos agrícolas espanhóis chegue a Portugal. Em todo o caso, as autoridades de saúde e veterinárias portuguesas, bem como o governador civil de Bragança, estão a acompanhar a par e passo a situação."

Aquela responsável sublinha que neste momento não existe risco para a saúde pública da população nacional, pelo que não estão a ser tomadas medidas preventivas. Se vier a ocorrer a invasão de roedores, então serão tomadas basicamente duas linhas de acção.
Em primeiro lugar, a eliminação dos roedores, que pode implicar a contratação de empresas especializadas, e, em segundo, o reforço de medidas de higiene. Isso passa pelo uso de botas e por evitar o contacto da pele e das mucosas com água contaminada.

Perante o cenário da invasão, a água da rede pública dos fontanários não estaria em risco de contaminação, uma vez que, sublinha Graça Freitas, às "águas que abastecem os fontanários não são superficiais".

Entretanto, o ministro do Ambiente, Nunes Correia, afirmou que o Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade (ICNB) está a monitorizar a situação. "Não é certo que essa praga chegue a Portugal. Dizem-me que há uma barreira natural, que é o rio Douro", acrescentou.
Nunes Correia pensa que a palavra "alarmante" é excessiva para classificar o que se passa em Espanha, mas que "é suficiente para acompanharmos a situação com atenção".

O governador civil de Bragança, Jorge Gomes, disse não haver perigo para Trás-os-Montes. "Estamos com tranquilidade e em contacto com as autoridades espanholas."

A praga de roedores já destruiu as culturas de 621 municípios espanhóis e se estima-se que envolva entre 400 a 750 milhões de ratos.

Cristin Serra








» Artigos Relacionados

31-08-2007 - 00:00:00 Ratos ameaçam terrenos do Norte

30-08-2007 - 14:42:00 Praga de roedores está a chegar a Portugal




7 comentários:

sombra e luz disse...

bom... a história dos ratos espanhois é quase engraçada...

sombra e luz disse...

bom... a história dos ratos espanhois é quase engraçada...

(Cont)

não tivesse eu lido "A Peste", em idade ainda mais impressionável, que me atreveria a fazer uma graçola fácil com o milho transgénico a grande nação ibérica e outras jangadas de pedra...

Agora notícias ansiogénicas não estou a perceber... Não é esse o registo que toca o público? Não é disso que o meu povo gosta?...

Além de que não imaginava que a toma preventiva de ansíoliticos nos livrava das desgraças que amanhã nos podem entrar pela porta adentro...

Afinal estamos a falar de jornalismo sensasionalista, de saúde pública(física e mental)? do recurso abusivo aos ansíoliticos?

Releiam "A Peste"...

sombra e luz disse...

este blog está orfão?...
Portugal acordou curado?...

Pela sua rica saúde...

naoseiquenome usar disse...

Vá lá caro MEMI, os ratos assustaram-se só com o bluff de que viriam a caminho deste cantinho à beira mar plantado e esconderam-se todos num belo queijo do lado de lá.

Merryl disse...

Meu caro sombra e luz, Albert Camus deu uma verdadeira lição de epidemiologia, de facto... mas desenganem-se os ratos vêm aí, entre outros foram identificados estes... em "Veterinário precisa-se..."

AMMedeiros disse...

Não os tomo. Todavia, subscrevo inteiramente a exterminação do stresse provocado pelos ratos.

Um beijo

Anónimo disse...

memai, actualize o blog, sff ass.um visitante assíduo