segunda-feira, novembro 17, 2008

A jornalista viajou a convite de...

E está tudo dito....

Mas não seria de esperar alguma atenção deontológica e/ou competência da dita jornalista e supervisão dos responsáveis redactoriais do jornal (DN)?

Nunca se viu um efeito tão rápido de uma vacina!

Ficamos todos à espera de uma lista dos nomes das 42 felizes contempladas....e até pode ser que alguma delas tenha direito a uma entrevista pelo Pepino do CM !

DIANA MENDES, em Nice

Prevenção. 216 casos evitados em mulheres que compraram a vacina

Mais de 30 mil mulheres vacinadas fora do plano nacional

Pelo menos 42 mortes por cancro do colo do útero já terão sido evitadas com a vacinação.
Entre Fevereiro de 2007 e Setembro de 2008, 30 100 mulheres optaram por receber a vacina que protege contra quatro tipos do papilomavírus humano. Tendo em conta os dados da patologia em Portugal, é possível calcular os ganhos para a saúde. Além das mortes, terão sido evitados 216 casos de cancro.

Os dados foram divulgados pela Sanofi Pasteur, que produziu a vacina Gardasil, actualmente integrada no Programa Nacional de Vacinação, e que tem 97% do mercado. Mas estes dados apenas são referentes aos casos de mulheres que decidiram adquirir a vacina. Fonte do laboratório avançou que esta opção permitiu ainda prevenir "1951 condilomas genitais".A vacina é gratuita para as adolescentes de 13 anos, esperando-se que a incidência de cancro venha a cair entre cinco a dez anos. Graça Freitas, subdirectora-geral da Saúde, diz que foram vacinadas entre 18 a 20 mil jovens até agora, números abaixo das contas apontadas pela ministra Ana Jorge para a primeira semana, ou seja, cerca de 23 mil.

Antes do congresso de ginecologia, decorreu, em Nice, o Fórum de apresentação da Women Against Cervical Cancer, uma plataforma composta por mais de 30 organizações europeias dedicadas ao cancro do colo do útero e que conta com a participação da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC).Os objectivos são fundamentalmente informar as mulheres sobre a doença. Durante o fórum concluiu-se que há cada vez mais mulheres a ter acesso a informação. No entanto, há ainda um longo caminho a percorrer. Daniel Pereira da Silva, director do serviço de ginecologia do IPO de Coimbra, disse que basta viver para se estar em contacto com o vírus. "Não é preciso ter comportamentos de risco, porque se transmite facilmente por contacto sexual". Se o preservativo não evita a transmissão, têm de se fazer citologias regularmente para que as lesões de baixo grau e pré-cancerosas sejam tratadas precocemente.

Campanha vai arrancar
Em Espanha, uma em cada cinco mulheres não sabe para que serve uma citologia e 50% não sabe o que é o papilomavírus humano. Apesar de ainda não haver números em Portugal, Vítor Veloso, o presidente da LPCC, diz que há muito a fazer para informar. E anunciou uma nova fase da campanha "Passa a palavra", que começa hoje a ser divulgada em vários meios."Já temos vacinação, mas entendemos que ainda há muito a fazer pela informação da mulher e ao nível do rastreio, que ainda não está generalizado". O responsável frisa que a ausência de um rastreio é a principal razão para que Portugal tenha o dobro dos casos de cancro do colo do útero (três por dia) e o dobro das mortes (uma por dia) de Espanha.

A jornalista viajou a convite da Sanofi Pasteur MSD

6 comentários:

Sahaisis disse...

...quem tem telhados de vidro...

Medico Explica disse...

Minha cara Sahaisis
Como eu sempre tive o maior cuidado em não os ter, posso falar alto...

Anónimo disse...

Não devia ter tanta certeza, caro licenciado em medicina....

Medico Explica disse...

Meu ou minha caro(a) Anónimo: o problema é ue tenho essa certeza...não conheço aa Caraíbas nem outras partes menos exóticas deste mundo à custa de terceiros...
Atirou ao lado neste caso...mas olhe que acertaria na mouche em muitos outros casos que me envergonham em termos de classe...

Sahaisis disse...

caro memai, referia-me evidentemente à jornalista, ou melhor à classe jornalistica que habitalmente se insurge com esse tipo de coisas. felizmente o seu exemplo não é único. peço desculpa se fui ambígua e em consequência mal interpretada. ;)

Anónimo disse...

Boa noite,

já agora alguém me podería dizer quanto custam neste momento as três doses da vacina Gardasil?
Actuaria ela em pleno a pacientes com idade superior a 30 anos?

obrigada,
S.R