sábado, Janeiro 03, 2004

Fnac - Fábrica Nacional de Ar Condicionado

Hoje fui à FNAC no Colombo. Não à FNAC (Fédération nationale d'achat des cadres), mas à FNAC (Fábrica Nacional de Ar Condicionado) do Sr Alexandre Alves e fundadora da Fundação Serralves em 1989 (Quem diria!). Afinal as duas com pretensões culturais.

E que vi eu na FNAC?

Centenas de pequenos avisos afixados em vários locais da extensa loja onde se podia ler: telefóne e imprescendível.

Protestei!

Um agente que se reclama de cultura não pode assassinar a língua portuguesa e com a agravante desses prospectos serem lidos por milhares de pessoas e serem os erros reproduzidos pela credibilidade do nome FNAC (a da cultura!)

Sem comentários: