sexta-feira, abril 04, 2008

Directores executivos dos Agrupamentos de Centros de Saúde

A Ministra da Saúde, Drª Ana Jorge, declara ao Diário Económico, que o único critério de escolha e nomeação dos Directores executivos dos Agrupamentos, será a competência, isto como resposta aos profissionais das USF, que estão a fazer circular e a subscrever um documento em que afirmam a interferência das estruturas concelhias e distritais do PS nesta nomeação.

Estes Profissionais, com tal acto, mostram a repugnância que sentem por mais uma tentativa de partidarização da Saúde em Portugal.

Por sua vez o Secretário de Estado da Saúde, Drº Manuel Pizarro, diz ao Jornal de Notícias, que os Directores executivos terão de efectuar uma formação, isto como resposta à denúncia efectuada pelo PSD.

Refere ainda que "Nós não faremos em absoluto nomeações de carácter político-partidário, embora admita que haja essa expectativa a nível local".

Reconhece também, "haver sempre algum grau de subjectividade nas escolhas", mas garantiu ao JN que será introduzida "maior exigência na designação dos futuros directores executivos dos ACES através de uma formação específica de nível superior, estando a ser escolhidas as Universidades, a que os mesmos se terão de submeter, mesmo a continuidade no cargo poderá estar associada ao bom aproveitamento nestes cursos específicos de formação na área".

Neste momento aguarda que o manifesto dos profissionais das USF lhe chegue às mãos para iniciar o diálogo.


Memai, aguarda com expectativa o desenrolar desta situação não esquecendo nenhum dos dois discursos, o da Srª Ministra e o do Srº Secretário de Estado e alerta já, para a situação futura dos Directores Clínicos, nomeação pura e simples ou eleição interpares?

5 comentários:

Anónimo disse...

competência??? deve ser interessante avaliar que A é mais competente que B!
frequentar uma formação??? esperemos que as universidades ESCOLHIDAS não sejam "parentes" de uma que todos nós conhecemos! lol!

Lifepassenger disse...

O Blog Cogitare em Enfermagem encerra hoje portas e abre um novo capitulo, ou seja um NOVO Blog que o convido a ver, comentar e participar.

Neste novo espaço teremos agora uma nova rubrica que será assegurada por comentadores externos que iremos convidar para que assegurem a sua opinião sobre determinados assuntos que todos queremos ver esclarecidos.

Em destaque Temos o artigo de Opinião da autoria da Enfermeira Lucília Nunes, sendo já certo que mais e de diversos autores se seguirão preferencialmente um por mês, no entanto se assim for possível ou necessário, colocaremos mais artigos de forma mais frequente.

Estendemos a passadeira Vermelha para que nos possam visitar no novo Espaço agora criado e cujo nome será:COGITARE EM SAUDE.

Pediamos era para actualizar o Link para o novo blog.

Abraços e bom fim de semana

Carago disse...

Meu caro MEMAI
A resposta é muito simples: relativamente ao Director Clinico ele surge no Decreto Lei 28/2008por nomeação e não por eleição interpares...

Anónimo disse...

Depois desta reacção dos profissionais das USF, o governo não fará uma "emenda" à nomeação dos Directores Clínicos?
Se agora é assim, então depois o que farão?
Vai tudo para a rua protestar!

Magistral Estratega disse...

Eu questionaria também a obrigatoriedade do coordenador da USF ser médico...