terça-feira, abril 29, 2008

Médica deixa de tratar José Faria

Segundo noticia hoje o JN, a médica-psiquiatra que desde 2005 assistia a principal testemunha contra Ferreira Torres recusou continuar a fazê-lo, na sequência de um desentendimento com a família, por ter ligado para o seu telemóvel, no passado domingo, pedindo medicação para José Faria. Iola, filha do funcionário autarquico regressado do Brasil na semana passada, confirmou ao JN, que o pai está agora a ser seguido no Hospital de Penafiel, mas frisou não ter entendido a atitude da médica que sempre atendeu o paciente no Hospital Magalhães Lemos no Porto

Não entendeu a filha nem entendeu a jornalista que a médica psiquiatra é uma malandra que não gostou de ser incomodada no seu dia de descanso semanal ( Domingo) e para o seu telemóvel ( com certeza privado) para lhe ser pedida medicação ( com certeza crónica)...

2 comentários:

Jorge C. Reis disse...

Nem mais... apoiado.

Mário de Sá Peliteiro disse...

As terapêuticas não convencionais estão em discussão pública na DGS

Qual a sua opinião, MEMaI?