quinta-feira, maio 29, 2008

Autonomia sem responsabilização às vezes dá asneira...

Maternidades dão orientações erradas para deitar os bebés
CARLA AGUIAR PAULO SPRANGER
DN
As maternidades portuguesas adoptam e recomendam práticas erradas no acompanhamento dos recém-nascidos, acusa o pediatra Mário Cordeiro.
"É intrigante e perturbador constatar que 18 anos depois de existir uma orientação técnica da Direcção--Geral da Saúde a dizer que as crianças não se devem deitar de lado, porque isso aumenta para o dobro a probabilidade de morte súbita, mas de costas, profissionais de saúde continuem a recomendar essa prática", disse o médico ao DN.

Um estudo concluído no final do ano passado pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa, baseado em inquérito às mães, a seguir à alta médica, constatou que "em 90% dos casos foi-lhes recomendado pelas enfermeiras que deitassem os bebés de lado".

Esta situação leva aquele pediatra a considerar que é preciso "questionar e responsabilizar os directores de serviço dos hospitais que não fazem um acompanhamento do modo como os profissionais estão a seguir as orientações técnicas e as evidências científicas".
...........................................................................................................................

2 comentários:

Magistral Estratega disse...

Paternalismo em relação aos enfermeiros?

Anónimo disse...

De acordo com o referido estudo, não se poderá considerar paternalismo em relação aos enfermeiros.
É necessário saber se são os enfermeiros a dizer uma coisa e os médicos a dizer outra?
Situação que me parece não estar contemplada.
Depois , então sim, se poderão tirar conclusões.
Até lá não se amofine!