domingo, setembro 05, 2004

Doutores Enfermeiros

Doutorismos é um novo blog. De um enfermeiro que quer ser enfermeiro e recusa ser médico.

Que quer praticar enfermagem e não medicina.

O País precisa de bons enfermeiros e bons médicos.

Precisa de enfermeiros licenciados, com alto nível cultural, académico e com uma prática de enfermagem de excelência.

Precisa de médicos licenciados, com alto nível cultural, académico e com uma prática médica excelente.

Pode ler-se:

"Vou-vos falar dos "Doutores Enfermeiros", conhecem-nos? Aposto que sim, afinal de contas "eles andam aí"...em todo o lado.
Estes seres, em grande parte responsáveis pelo estado da Enfermagem em Portugal, podem ser facilmente encontrados num hospital ou centro de saúde perto de si e têm como marca de imagem os "inhos" ("vamos à piquinha?" "tá na horinha do banhinho" "já tomou o comprimidinho?"). São irritantes, invejosos, estúpidos, ignorantes, desmedidamente interesseiros e...incompetentes. Esquecem-se (ou nunca se lembraram sequer) da classe a que pertencem, da profissão que exercem, de quem são, do que são, do que devem e não devem fazer...
Não se dão bem com ninguém!!!São constantes os conflitos com colegas de trabalho, em especial médicos, por discordarem de prescrições. Afinal de contas, eles é que percebem disso não é? Afinal de contas, os médicos não percebem nada daquilo...os Doutores Enfermeiros é que sim!!!Poupem-me...
São bons Doutores Enfermeiros os que percebem (fazem-se de percebidos) das artes médicas, com maravilhosas "prescrições farmacológicas de Enfermagem" e fantásticos "diagnósticos médicos de Enfermagem". São, isso sim, uns imberbes...
Para que a luta que se tem desenvolvido de modo a que a Enfermagem conquiste o seu espaço enquanto ciência independente têm que desaparecer tais criaturas...para que a Licenciatura que tanto custou a adquirir por aqueles que sabem realmente estar na Enfermagem tenha frutos...para que se deixe de continuar na sombra e de praticar uma péssima Enfermagem..."


"Há que saber aquilo que realmente nos compete, há que investir ainda mais na formação dos Enfermeiros já formados e acima de tudo, há que saber o que é realmente a Enfermagem, para que deixem de existir os "pequenos médicos".

2 comentários:

Anónimo disse...

Muito interessante!

jotix disse...

Quando tiveres num hospital sem o Sr. Enfermeiro, quero ver como te safas. Quem cuida da pessoa doente? Quem escuta o doente? Quem avalia as necessidades do doente? É o Sr. Enfermeiro!
Quando um dia, caires numa cama do hospital, diz que és o autor deste blog. Só vais ficar à mercê dos cuidados médicos. Lamento, mas isso por si só não cura ninguem.