quarta-feira, novembro 02, 2005

Só Para Contrariar

Alguém que não existe devido à sua tacanhez de espírito afirmou recentemente num comentário neste blogue: "O facto dos médicos ser considerada uma classe "corporativista", corrompida pelo dinheiro, mal-educada, prepotente, não nasceu ontem, vem sendo constatado pela população!! Agora a questão é... não podemos colocar todos dentro do mesmo saco, eu sei, mas..."

A Constituição dá-lhe o pleno direito de se exprimir com essa ou com qualquer outra opinião. Embora, por vezes, penso como pode alguém que se afirma professor universitário fazer algumas afirmações sem uma ponta de rigor. Mas enfim, que dizer: nada!

Mas... (como ele termina), parece que a população assim não pensa, pois segundo o barómetro da TSF, apesar de toda a parafernália de notícias sensacionalistas e descabidas:

"Políticos no fundo, médicos no topo"

"No topo das preferências estão os médicos que recolhem opiniões positivas de 67,8 por cento dos portugueses, seguidos de perto por jornalistas e professores."

Nós cá vamos fazendo a nossa vidinha, trabalhando para o bem público, em deficientes condições, e não somos nem queremos ser diferentes. Falo por mim!

Sei o que encontro no seio da minha profissão, como no seio de qualquer outra: há de tudo!

6 comentários:

Raúl R Boldão disse...

O MEMI virou comédia "stand-up"! Pensei que conseguisse um argumento melhor ó doutor!! Barómetro da TSF?? Tenha pena de mim... Eu como - segundo referiu - professor universitário estou farto de aturar "anormalidades" de raciocínio e ideias infelizes... Voçê vem-me com uma sondagem feita por TELEFONE a uma população de 805 indivíduos??? Pensei que fizesse melhor... sinceramente!!! Tanto quanto sei, podem ter ligado para os telefones dos gabinetes da faculdade de medicina!! O MEMI que detesta sensacionalismos dos jornalistas, vai acreditar numa sondagem sencionalista só para fazer notícia e fundamenta um post com ela???? Eu também se for fazer uma sondagem para a porta de hospital a seguir a uma greve dos médicos, vou ter opiniões negativas, claro! Aqui, o sr. Boldão - depois de uma vida números - não acredita em alguns deles. Olhe se um director clínico ganhar 15000 euros e eu ganhar 1 euro, em MÉDIA ganhamos os dois 7500,50 euros!!! A sério, vai ter de se esforçar mais.

P.s. Sei que a Sandra Feliciano, não vai gostar, mas corro o risco!!

Medico Explica disse...

Eu sei que custa a engolir, sr dr Boldão, mas também é esse mesmo barómetro que (infelizmente) dá uma folgada vitória ao Cavaco. E também lhe posso dizer que há mais estudos a confirmar a hipótese.

Raúl R Boldão disse...

Também o mesmo barómetro de demonstrou que os portugueses estavam MAL informados sobre a constituição europeia, e logo a seguir foi o mesmo barómetro que demonstrou que a maioria APROVARIA essa constituição! Está a ver a coerência, não está??

Ó doutor, ficou contente por uma população de 805 indivíduos, cerca de 67% gostar dos médicos??
Sabe quanto é 67% de 805?

Não vai argumentar mais nada com barómetros da TSF, pois não???

Interessante, essa sua posição. Algumas vezes "desanca" jornalistas! Hoje, uma sondagem sem significado para extrapolação serviu-lhe de argumento!!!

p.s. Deixe-se de barómetros homem...

Sandra Feliciano disse...

quote
"Alguém que não existe (...)"
unquote

- Ora agora é que o MEMI pôs o dedo na ferida!!! E eu bem que já andava desconfiada à algum tempo... hihihi :-D

... e mais não digo, que ninguém me paga para ser SIS da blogosfera! :-P

Cumprimentos aos que existem! ;-)

Luis disse...

Valha-me Deus!

Isto começa claramente a assumir os contornos de comportamento animal puro (no sentido científico da palavra). Ora, nos machos, traduz-se numa luta pela dominância, pelo poder...o que neste caso se poderá dizer da seguinte maneira: nenhum dos dois se fica...há que ficar por cima!! Se fosse a adivinhar, diria que em tempos o Sr. Raul se arrependeu de ser Professor, e que nesta altura gostaria de ser rico e ter um Mercedes SLR à porta de casa...Achando que o caminho mais rápido é ser médico...Porque muitos têem bom dinheiro...
No caso do MEMI, já perdeu a paciência com as pessoas que nunca estão bem, para as quais está sempre tudo mal...E a tolerância simplesmente esvaiu-se...Uma das facetas do médico é ajudar as pessoas a ultrapassar os seus problemas. E digo mais, tem aqui no Sr. Boldas um bom desafio como paciente...Este homem, com tanto azedume, deve ser hipertenso e sofrer de insomnias...(estou a supor, e como tal, posso errar...)

Ganhem mas é juízo homens, que tem estatuto e idade para esquecer as picardias e AVANÇAR COM IDEIAS para melhorar as coisas...

Mas sugerir dá trabalho, porque é preciso estudar e conhecer..Pois é...E têm aqui um óptimo espaço para levantar questões, dissipar dúvidas e avançar com ideias!!

Anónimo disse...

O Sr. Boldão, cada vez mais encantador à medida que vou descendo por este site do meu Exmo colega MEMI, está cada vez melhor. E mais científico, o que está de acordo com a carreira que parece caracterisá-lo, pelo menos por estas bandas.

Uma sondagem não revela paixão dos portugueses pelos médicos. Porque não. Os médicos são detestados pelos portugueses. Porque o Sr. Boldão diz que sim. E o Sr. Gauss que vá para o raio que o parta.

A educação, segundo diversos barómetros internacionais, está nos níveis mínimos desejáveis para um país em vias de desenvolvimento (digamos do 2º mundo), aí entre a Costa Rica e o Burundi. O SNS português está em 12º a nível mundial segundo o barómetro da OMS em cuidados de saúde prestados à sua população (dados de 2000-2002).

O Sr. Raúl Boldão é professor (?), e o MEMI é médico. Claro que tudo está mal é com a saúde. E é claro que o Sr. Boldão dá lições de profissionalismo e eficiência a qualquer um.

A Física é interessante. Esotérica.

AV